Notícias

29/09/2017 - Notícias da FAP/MG
Congresso de aposentados reforçou luta contra cortes de direitos
por FAP/MG

abertira 9 Cefap

 

Abertura do 9º Cefap - FAP MG

 

O Congresso Estadual dos Aposentados e Pensionistas (9º Cefap) reforçou nos dirigentes de entidades filiadas à FAP/MG a necessidade de defender a previdência social e derrotar a PEC 287/2016, que propõe a destruição da Seguridade.

 

Nas palestras, debates e grupos de trabalho foram tratadas as reformas trabalhista, da Previdência, conjuntura nacional e aspectos da saúde e envelhecimento.

Grupo1

 

Grupo2

Grupo3

 

Robson de Souza Bittencourt, presidente da Federação das Entidades dos Aposentados e Pensionistas de Minas Gerais ( FAP/MG), destacou a gravidade das ameaças a corte de direitos que o atual governo federal tenta impor à população.

 

O presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (Cobap), Warley Martins Gonçalles, participou dos três dias do Congresso. Ele instigou os participantes a protestar e repudiar as propostas de reformas do governo Temer.

 

 

Atuaram como palestrantes o auditor fiscal da Receita Federal e vice-presidente da Anfip Nacional, Décio Bruno Lopes, o juiz federal do Trabalho e presidente da Amatra-MG, Glauco Brecho; o advogado e presidente do Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev), Roberto de Carvalho Santos e a advogada e responsável pelo site www.testamentovital.com.br, Luciana Dadalto.

 

Decio

 

Foto: Palestrante Décio

Glauco

 

Foto:Palestrante Glauco

Roberto

 

Foto: Palestrante Roberto

 

Também no Congresso foram eleitos a Miss e o Mister FAP/MG 2017, que representarão Minas Gerais no Congresso da Cobap, em Porto de Galinhas/PE. Os vencedores são Lucília e Marcio, representantes da Associação dos Apartamentos e Pensionistas das Telecomunicações (Astaptel), que também teve a torcida eleita como a mais animada e premiada com um trofeu. 

 

 

 

miss e miste

 

miss e miste

Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.
A-     A+

Não à PEC 287

Enquete
Quais as ameças do Governo aos trabalhadores e aposentados?
Reajuste anual abaixo da inflação
Pensões e aposentadoria abaixo do Salário Mínimo
Fixar idade para aposentar aos 65 anos e subir para 75 anos
Retirar recursos próprios da Previdência para pagar dívida
Dificultar e negar pagamento de pensão por morte
Dificultar e negar pagamento de auxílio doença
Cortar investimentos em saúde, educação, segurança...
Todas as opções acima e muitas outras
Agenda