Notícias

22/08/2018 - Notícias da FAP/MG
Aposentados já podem consultar valor a receber de 13º salário
por INSS

22/08/2018 - A partir de amanhã (23), aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão consultar o valor da primeira parcela do 13º salário. Os dados estão disponíveis no site www.meu.inss.gov.br

 

O depósito da gratificação será realizado na folha mensal de pagamentos do INSS, entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, conforme a Tabela de Pagamentos de Benefícios 2018.

Terão direito à primeira parcela do abono anual 30 milhões de pessoas. A antecipação irá injetar na economia do País R$ 20,6 bilhões, nos meses de agosto e setembro. A primeira parcela corresponde a 50% do valor do 13º.

 

Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nessa primeira metade do abono. De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º somente será cobrado em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela.

 

Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.

 

QUEM RECEBE – Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. No caso de auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do abono anual será proporcional ao período recebido.

 

Aqueles que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV) não têm direito ao abono anual.

 

MEU.INSS - Como fazer o cadastro no Meu INSS:


1 - Acesse o site www.meu.inss.gov.br, em seguida, clique em "Cadastre-se".
2 - Preencha os dados refentes a CPF, nome completo, data e local de nascimento e nome da mãe
3 - Será gerado um código de acesso provisório.
4 - Responda as questões solicitadas para o cadastro.
5 - Depois, o segurado deve fazer login com essa senha provisória.
6 - Em seguida, aparecerá mensagem para que crie sua própria senha.
7 - Ao acessar utilizando a senha definitiva, o segurado terá acesso a diversas informações, inclusive os valores a receber

Fonte: Site Secretaria de Previdência

Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.