Notícias

11/09/2018 - Notícias da FAP/MG
Aposentados e pensionistas são convocados a participar das eleições
por FAP/MG e COBAP

11/09/2018 - O 1º Fórum de Debates dos Aposentados e Pensionistas está sendo marcado pela convocação dos aposentados e pensionistas, de todo o País, para que participem ativamente das eleições deste ano.

 

Pedro Khun, na abertura do Seminário


"Quem já passou dos 70 anos de idade tem que votar sim. Senão cumprirmos nossos deveres, não podemos exigir os nossos direitos", disse Pedro Khun (foto), presidente da Federação dos Aposentados e Pensionistas do Rio Grande do Sul (Fetapergs), promotora do evento.

O secretário-geral da Fetapergs, Léo Altmayer, destacou que, para os aposentados e pensionistas e a luta contra a reforma da Previdência, "é mais importante elegermos deputados e senadores do que o próximo presidente da República. Temos que eleger deputados e senadores comprometidos conosco, pois todos os candidatos à presidência falam em reduzir a Previdência e os nossos direitos".

Já Warley Martins Gonçalles, presidente da COBAP - Confederação Nacional de Aposentados e Pensionistas, entidade máxima do movimento, afirmou: "precisamos trabalhar com os nossos candidatos. Não podemos nos dividir. Sempre preguei a união. Dizem que uma andorinha só não faz verão, mas, por exemplo, praticamente sozinho no Congresso Nacional o senador Paim faz verão e tempestades".

O evento tem apoio da COBAP e de todas as Federações estaduais de aposentados e pensionistas do País, entre elas a FAP/MG. É realizado na cidade de Novo Hamburgo, de 10 a 12 de setembro. Participam presidentes e diretores de associações do Rio Grande do Sul e de diversos Estados.

Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.
A-     A+

Não à PEC 287

Enquete
Quais as ameças do Governo aos trabalhadores e aposentados?
Reajuste anual abaixo da inflação
Pensões e aposentadoria abaixo do Salário Mínimo
Fixar idade para aposentar aos 65 anos e subir para 75 anos
Retirar recursos próprios da Previdência para pagar dívida
Dificultar e negar pagamento de pensão por morte
Dificultar e negar pagamento de auxílio doença
Cortar investimentos em saúde, educação, segurança...
Todas as opções acima e muitas outras
Agenda